Aumenta o interesse pelo ateísmo no Brasil

Não gostou da notícia.

De acordo com o Google Trends, as pessoas estão cada vez mais procurando “ateu” no Google.

O gráfico mostra um crescimento bem sólido pela busca. Sinal de que a gente tá bem na fita, mano!

Leia mais sobre essa notícia no Paulopes.

A propósito, acho que eu vou quebrar o galho e ajudar com algumas das pesquisas feitas no Google:

Uma das maiores buscas envolvendo a palavra ateu é pra saber o feminino de ateu. Já deixo aqui que o feminino de ateu é ateia (rima com colmeia, centopeia… maldita reforma ortográfica que sumiu com o acento!).

O antônimo de ateu é teísta, mas acho a palavra muito cafona. Eu falo que o contrário de ateu é crente, mas pelo jeito eu vou ter que achar um termo melhor porque todo mundo acha que eu falo de evangélico. Não-ateu faz com que o contrário de ateu soe mais negativo… Taí! Gostei!

Sobre as frases de ateus… bem… eu estou fazendo um trabalhinho por fora de tentar juntar frases legítimas, com fontes e essa cacetada toda. Dà um trabalho do caramba e o sistema do WordPress não dá um lugar bacana pra colocar essas frases. Enfim, aguentem firme que cedo ou tarde eu compilo as melhores frases de ateus do Brasil.

Sobre ser ateu, é que nem ser não-ateu, só que sem a ladaínha religiosa. O imposto vem o mesmo tanto, a cerveja desce redonda do mesmo jeito, os lanches do Burger King tem o mesmo sabor… Fazer sexo pode ser um pouquinho melhor mas nada muito significativo… O que muda mesmo é que você precisa saber direção defensiva, pra fugir da Opus Dei e dos Cientologistas, e quando alguém que você gosta acaba morrendo você fica triste e chora ao invés de comemorar que ela vai para o céu.

Sobre agnóstico, é a mesma coisa que ser ateu, só que sem dizer que é ateu. Cria aquela dúvida, sabe? “Será que ele é?” Ajudava a apanhar menos antigamente mas hoje o ateísmo é mais popular e não tem mais tantos “vias de fato” acontecendo.

7 ideias sobre “Aumenta o interesse pelo ateísmo no Brasil

    1. Alenonimo Autor do post

      Bom, né?

      E esse crescimento não veio de ateus que falam em ad hominem ou coisas assim. Vem dos ateus que perceberam que pra atingir as pessoas, só precisam falar com elas normalmente. Essa é a mudança que mais dá pra notar de 2006 pra cá.

      Responder
  1. Diego

    Já me deparei com gente que ficou ofendida por ser chamada de teísta, acho que porque perde aquela coisa divina e passa a ser somente o contrario de ateu que para muitos é sinonimo de bandido.

    E alguns anos atras eu era exatamente como o ultimo paragrafo.

    Responder
    1. Alenonimo Autor do post

      É aí que tá… teísta não é um termo legal. Eu usava crente mas o povo entende diferente do que eu falo. Vai ter que ser não-ateu mesmo.

      Além do mais, “não-ateu” tem conotação negativa. A pessoa pode suspeitar subjetivamente que há algo de errado em ser um “não-ateu”. É assim que funcionam as verdadeiras mensagens subliminares.

      Eu não me sinto mal por tornar teísta um termo negativo. Fizeram isso com ateísmo o tempo todo mesmo… termos como “incréu”, “ímpio”, “herege”… Os não-ateus tem mais é que sofrer mesmo.

      Responder

Comentem, ateus!